Google unifica política de privacidade

A mudança será obrigatória a todos os usuários; medida deve facilitar uso de dados pessoais em diferentes serviços

LOS ANGELES – O Google está revendo a forma como trata os dados dos usuários, reunindo todas as informações de seus serviços de e-mail, vídeo e de redes sociais para que sejam coletadas em um lugar e usadas em outro. A ideia do Google é simplificar os termos de uso e as políticas de privacidade de seus serviços, além de usar as informações para melhorar o direcionamento dos anúncios.

Siga a Digoo Web’ no Twitter

Por exemplo, se você passou a última hora logado no Google para fazer uma busca na web sobre skates, a próxima vez que entrar na sua conta do YouTube, há uma grande chance de que você receberá recomendações de vídeos com o Tony Hawk.

A mudança começa a valer em 1º de março e todos usuários serão obrigados a aderir a ela a partir dessa data. Em sua página, o Google diz apenas que, “se o usuário preferir”, quem não estiver satisfeito pode excluir a sua conta nos seus serviços, apagando todos os dados armazenados.

A proposta busca remover algumas das barreiras legais que o Google enfrentava com as 70 diferentes políticas de privacidade que mantinha para os seus diversos serviços. Agora, haverá uma política principal, cobrindo os serviços como o Google Plus, Gmail, buscas, YouTube e Mapas, e políticas separadas para serviços mais delicados, como o Google Wallet, que envolve pagamentos. O Google diz que das 70 políticas de privacidade, 60 serão consolidadas em apenas uma.

“Agências reguladoras em todo o mundo têm pedido políticas mais curtas e simples — e ter uma política só cobrindo diferentes produtos é agora um padrão justo na web”, escreveu Alma Whitten, diretora de privacidade do Google, em um post no blog oficial da empresa. A nova política de privacidade está disponível no endereço http://www.google.com/policies/privacy/preview/ e os novos “termos de serviço”, que também serão consolidados, podem ser lidos em http://www.google.com/policies/terms/.

Ainda assim, as mudanças podem aborrecer os críticos por causa da grande quantidade de informações coletadas — incluindo a localização, a lista de contatos e o conteúdo de e-mails de um usuário.

O Google espera melhorar a experiência dos usuários de seus diversos serviços e dar aos anunciantes uma melhor forma de identificar potenciais consumidores.

“Se você está logado no Google, nós podemos sugerir termos de busca ou melhorar os resultados baseados nos interesses que você expressou no Google Plus, no Gmail e no YouTube”, diz a empresa em uma página que explica a mudança de privacidade.

Ryan Calo, diretor de privacidade do Centro para Internet e Sociedade da Universidade Standford, disse que o Google está tentando fazer o melhor que pode para simplificar sua política de privacidade e torná-la transparente sem entediar as pessoas com inúmeras páginas de termos legais. Os documentos agora tem cerca de 10 mil palavras, em vez de 68 mil.

Mas ele afirmou que a empresa ainda tem de ser cuidadosa sobre como usa os dados sem revelar informações delicadas. “Se as pessoas ficam com medo, então elas precisam estar cientes disso”, ele disse.

/ AP, COM REDAÇÃO LINK

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Diego Bencke

Diego Bencke

CEO DigooWeb - Graduado em Marketing
Especialista em Internet Marketing.
No Instagram: @diegobencke

Conheça a DigooWeb

Quem Somos

A DigooWeb é uma agência de internet Marketing da cidade gaúcha de Gramado.
Começamos há mais de 10 anos desenvolvendo sites em wordpress e hoje ajudamos empreendedores de todo o Brasil a melhorar seus resultados nas buscas da internet fazendo um trabalho de assessoria em SEO tanto no sites como no Google Meu Negócio. Também utilizamos tecnologia de inteligência artificial para administrar as redes sociais de nossos clientes e disponibilizar chatbots para agilizar o atendimento de nossos parceiros.

Venha se destacar na internet com a DigooWeb

Últimos Posts

Siga a gente

×
Woooow!