Projeto de lei sobre crimes cibernéticos pode limitar liberdade de internautas no Brasil

O projeto de lei 84/99, que tramita em caráter de urgência, limitará significativamente a liberdade dos consumidores na internet, além de ameaçar sua privacidade, alertou o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor).

De autoria do deputado Eduardo Azeredo, do PSDB de Minas Gerais, a iniciativa apresenta punições para crimes cometidos na internet, mas, segundo o Instituto, acaba criminalizando também ações cotidianas dos consumidores, como o compartilhamento de conteúdos, a transferência de músicas já compradas de um CD para um computador ou outros dispositivos eletrônicos e o desbloqueio de aparelhos celulares, explica o site Convergência Digital.

Internautas e ativistas contrários ao projeto o apelidaram de “AI-5 digital”, fazendo referência ao ato que restringiu direitos civis na época da ditadura militar. Em audiência pública realizada no dia 13 de julho, grande parte dos especialistas presentes criticaram a proposta, informa a Folha de S.Paulo.

Entre os problemas apontados no PL estão o período em que os provedores de internet precisam guardar os registros dos usuários, estipulado em três anos, a previsão de penas excessivamente duras para delitos simples e a criação de tipos penais considerados amplos. A falta de uma lei civil sobre a internet para estabelecer direitos e deveres de usuários e provedores também é motivo de descontentamento entre os críticos.

“Precisamos de uma regulamentação civil para que os valores, princípios e direitos fiquem bem sedimentados antes de uma legislação penal”, defendeu Guilherme Varella, advogado do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), citado pela Folha.

Para mostrar sua rejeição ao PL, o Idec lançou a campanha “Consumidores contra o PL Azeredo”. Além dela, a campanha “Mega Não” também combate a aprovação do projeto. Na última quinta-feira, 28 de julho, o deputado Emiliano José (PT-BA) entregou ao presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), petição contrária à proposta com 163 mil assinaturas, de acordo com o Observatório do Direito à Comunicação.

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Diego Bencke

Diego Bencke

CEO DigooWeb - Graduado em Marketing
Especialista em Internet Marketing.
No Instagram: @diegobencke

Conheça a DigooWeb

Quem Somos

A DigooWeb é uma agência de internet Marketing da cidade gaúcha de Gramado.
Começamos há mais de 10 anos desenvolvendo sites em wordpress e hoje ajudamos empreendedores de todo o Brasil a melhorar seus resultados nas buscas da internet fazendo um trabalho de assessoria em SEO tanto no sites como no Google Meu Negócio. Também utilizamos tecnologia de inteligência artificial para administrar as redes sociais de nossos clientes e disponibilizar chatbots para agilizar o atendimento de nossos parceiros.

Venha se destacar na internet com a DigooWeb

Últimos Posts

Siga a gente

×
Woooow!