Será o fim do Google??

Se você é Novo na Rede, vive em uma caverna ou como eu, vive em uma sala (iluminado apenas pela tela do computador) desenvolvendo projetos web (traduzindo: perdido em meio a códigos e mais códigos) provavelmente não deve ter ouvido falar do tal do Bing não é mesmo?
Pois é! Eu até já tinha ouvido falar, mas só no último final de semana tive tempo de fazer alguns testes mais “sérios” e trago boas novas amigos, quer dizer, nem tão boas e nem tão novas assim, mas…
Bom, quanto a pergunta do título (será o fim do Google?) a resposta é uma só: não! (ainda)
Para começo de conversa nem pense em perder seu tempo com a versão do Bing em português (horrível e de uma relevância comparável ao meu conhecimento sobre fusão nuclear, ou seja, nulo ;)). Já a versão “original do Bing“, de acordo com algumas opiniões que pude acompanhar mais os testes que fiz, é um pouco melhor, mas ainda está em sua versão beta, então tem muito que evoluir.
Ok, agora para você não me chamar de nojento, vamos falar de alguns pontos positivos do Bing (em inglês é claro) que são realmente positivos:
Sem dúvida o resultado das pesquisas impressiona pela exatidão. Claro o Google manda muito bem quanto a esse assunto, mas no Bing eles conseguiram fazer algo realmente prático e funcional, sem deixar de ser atraente. Vamos ver um exemplo?
Pesquisei o mesmo termo, tanto no Google, quanto no Bing (em inglês) e nas fotos você pode ver uma comparação dos resultados (no caso, o termo pesquisado foi o nome da banda Metallica):

Como podemos ver, além da organização que é visivelmente melhor no Bing, temos também uma maior quantidade de informação, o que é fantástico em matéria de tempo economizado, visto que falamos de informação de qualidade.
O que mais me chamou atenção no Bing foram as opções apresentadas na coluna da esquerda, onde entre outras coisas podemos encontrar sugestões de buscas relacionadas com canais para imagens, som, vídeo, mapas, notícias… simplesmente fantástico! (é, eu sei que o Google também tem, mas você já usou?)
Tirando o resultado da pesquisa de imagens, que na minha opinião não é nem um pouco prático (nunca gostei do estilo), o resto realmente, se não supera, consegue se igualar ao Google.
Bom, como eu disse, ainda é uma versão beta e que pode e deve ser melhorada e muito, mas não pode ser menosprezada. Gostei, realmente gostei da organização e da forma como os resultados são apresentados e as opções de pesquisas relacionadas me conquistaram. Só não digo que vou passar a usar o Bing direto porque ainda preciso de resultados em português (ainda ;)).
Uma coisa é certa, o Bing tem tudo para se tornar uma ferramenta muito popular. Agora, se vai passar o Google ou não, só o tempo dirá, mas que veio para ficar e para brigar, disso eu não tenho dúvida!
E aí, já experimentou o Bing?

Por:
Tico Esteves
Diego Bencke ( Propague Gramado )

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Diego Bencke

Diego Bencke

CEO DigooWeb - Graduado em Marketing
Especialista em Internet Marketing.
No Instagram: @diegobencke

Conheça a DigooWeb

Quem Somos

Criamos sites e portais de notícia por assinatura de alto impacto que aproximam pessoas e geram negócios.

Iremos criar e cuidar do teu site e de tua conta no google, enquanto você foca só no seu negócio.

Últimos Posts

Siga a gente

×
Woooow!